Confronto entre policiais e estudantes da PUC; nove feridos

O protesto de cerca de 200 estudantes da Pontifícia Universidade Católica (PUC)contra o programa Universidade Para Todos, do Ministério da Educação, quinta-feira à noite, terminou em confronto com Policiais Militares. A manifestação e o enfrentamento aconteceram na esquina da Av. Sumaré com a Rua João Ramalho, no bairro das Perdizes, zona oeste. Pelo menos nove pessoas, entre manifestantes e policiais, ficaram feridas. Dos quatro estudantes que foram encaminhados pela polícia ao 23º Distrito Policial, um foi indiciado por danos em uma viatura da PM. O protesto dos universitários teve início com o fechamento de uma das pistas da Av. Sumaré, onde atearam fogo em pneus. Minutos depois chegaram ao local guarnições do Corpo de Bombeiros e policiais militares. Ânimos exaltados, não houve possibilidade de negociação e aconteceu o confronto.Bombas de efeito moral e disparos com balas de borracha feriram pelo menos cinco estudantes. Pedradas e pedaços de paus atirados pelos universitários teriam também acertado quatro PMs e um deles teria sofrido fratura, segundo as primeiras informações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.