Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Confusão em protesto no Rio terminou com 13 presos e 14 detidos

Nove pessoas vão responder por formação de quadrilha, uma por furto e três por receptação

Marcelo Gomes/RIO, O Estado de S. Paulo

18 de junho de 2013 | 12h10

Treze pessoas foram presas em flagrante e outras 14 detidas, na noite de segunda-feira, 17, durante a manifestação que acabou em violência nas imediações da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), no Centro do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, nove foram presos por formação de quadrilha, uma por furto e três por receptação. Todos os envolvidos foram conduzidos à 5ª Delegacia de Polícia (Lapa).

Dois menores foram apreendidos: um por ato infracional análogo a furto e outro por ato infracional análogo à formação de quadrilha. Eles foram encaminhados à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Os 14 detidos foram levados à 5ª DP e liberados após prestarem depoimento.

Investigadores já estão analisando imagens de câmeras de segurança próximas ao local da confusão, bem como imagens divulgadas pela imprensa para identificar outros manifestantes que depredaram lojas, carros e prédios públicos na região. A polícia também já solicitou imagens da Alerj e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio).

Tudo o que sabemos sobre:
ProtestosRio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.