Congestionamento em Santos. Quatro transatlânticos atracam

Foi uma manhã agitada no Terminal de Passageirosde Turismo no porto santista. Isso porque quatro transatlânticos atracaram no cais deixando e levando turistas, um verdadeiroteste para o Concais, a empresa administradora do terminal. "Correu tudo bem, não houve confusões", disse Flávio Brancato, diretor do Consórcio do Cais (Concais). "Foi um sucesso",elogiou o secretário de Turismo do Município, Eduardo Conde Bandeira. "Sem confusão", resumiu a Argentina de Rosário Julieta Araújo, passageira do Costa Alegra. Próximo a ela, Ricardo Fresatinha a mesma opinião. "Tudo organizado", disse, momentos antes de embarcar em um ônibus que o levaria para conhecerSantos. "Vamos ao shopping e depois dar uma volta na praia", informou. "Pena que não está sol", lamentou. O primeiro navio a atracar em Santos foi o Island Escape, por volta das 5 horas, no armazém 25 - onde está o Terminal dePassageiros. Deixou 1.700 passageiros e embarcou outros 1.650. Depois, foi a vez do Melody, que chegou ao armazém 30 às 6 horas. A embarcação trouxe 230 pessoas e levou outras 360,além de ter à bordo 700 passageiros que seguiram o roteiro de viagem. Vinte minutos se passaram e o cais do armazém 23 viu encostar o Costa Alegra desembarcando 260 pessoas e embarcando 360. Em trânsito, outras 700 permaneceram no navio. Por fim, o Infinity chegou depois das 11 da manhã no armazém 31 com 1.932 passageiros em trânsito. Ninguém embarcou oudesembarcou desse transatlântico. À bordo, mais de 1.000 norte-americanos que não foram fichados (com foto e impressãodigital). A Polícia Federal não precisou efetuar o procedimento, seguindo orientação do Ministério da Justiça. "A determinação veio de cima", disse o delegado da Polícia Federal Antônio Viana, chefe do Nepom (Núcleo Especial de Polícia Marítima). "Mas não tivemos problemas no terminal", finalizou. A temporada de cruzeiros emprega muitas pessoas ao redor do Terminal de Passageiros de Turismo. Segundo Flávio Brancato, do Concais, 110 pessoas trabalham diretamente no terminal. "Estimativas, no entanto, apontam para outras 3mil pessoas realizando alguma atividade profissional em função da permanência dos navios", finalizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.