Congonhas registra atraso em 10,34% dos vôos

O Aeroporto de Congonhas, localizado na zona Sul de São Paulo, registrou, das 5h30 às 19h30, 21 vôos com atraso superior a 45 minutos. Isto significa um total de 10,34% de vôos atrasados neste domingo de Páscoa. A marca de vôos atrasados está muito acima da registrada no sábado (inferior a 1%), em função do maior movimento de aviões e passageiros no local, de acordo com a assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Dois dos 203 vôos que estavam programados para este domingo foram cancelados. Entre 13h04 e 13h26, o aeroporto ficou fechado por pouco mais de 20 minutos em função da chuva que caiu sobre a cidade e que formou uma lâmina de água na pista principal. A pista auxiliar de Congonhas está em obras.De acordo com o boletim da Infraero, divulgado em seu site às 19h32, em toda a rede foram registrados 66 vôos com atrasos de mais de uma hora, ou 5,5% dos 1.202 programados para o período da meia-noite às 19 horas. Neste mesmo intervalo de tempo, 18 vôos, ou 1,5% do total, foram cancelados.Em Guarulhos, 7,1% (11 dos 156) dos vôos previstos no Aeroporto Internacional de Cumbica registraram atraso acima de uma hora e outros oito (5,1%) foram cancelados. Atrasos em Florianópolis O aeroporto de Florianópolis foi o que apresentou o maior porcentual de vôos atrasados em mais de uma hora: 12,9% ou quatro dos 31 que estavam previstos. Em Curitiba, 9,8% das viagens previstas (quatro de 41) também causaram espera superior a uma hora entre os passageiros. Em Manaus, dos 27 vôos programados, dois (7,4%) chegaram ou partiram com atraso superior a uma hora. Nessas cidades, nenhum vôo foi cancelado.Dos 28 vôos programados para o período em Belém, dois (7,1%) atrasaram. Em Brasília, foi apenas um de 81 previstos (1,2%). No caso de Confins, duas partidas ou chegadas de aeronaves registraram demora superior a uma hora entre as 39 esperadas.No aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro, antigo Galeão, houve 5,9% de atraso - ou sete em uma escala de 119. Em Goiânia, apenas um dos 15 vôos previstos demoraram além de uma hora. Em Recife, duas das 56 partidas (3,6%) ou decolagens passaram do horário e houve um cancelamento (1,8%). Já em Salvador, dos 74 vôos, quatro (5,4%) entraram para a lista dos atrasos superiores a uma hora.Em Fortaleza, não foi registrado nenhum atraso entre os 42 vôos previstos, mas houve dois cancelamentos. Em Porto Alegre não foram verificados nem atrasos nem cancelamentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.