Cônjuge deletado

Tutty Vasques escreve todos os dias no portal Estadao.com.br, de terça a sábado neste caderno e aos domingos no caderno Aliás

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

04 de setembro de 2009 | 00h00

Uma proposta de divórcio pela internet tramita no Senado a reboque de um tempo em que certos casamentos cabem nos 140 toques do Twitter. Tem gente hoje em dia que se conhece no Facebook, namora no Skype e posta a lua de mel no YouTube. Numa época em que ninguém mais precisa sequer se encontrar para fazer sexo - dizem até que a mulher logo vai poder engravidar por e-mail -, não faz o menor sentido ir à presença de um juiz só para deletar um cônjuge. Dá um ctrl + alt + del na relação, e pronto!

Ninguém se programa para isso, mas, com a praga do adultério virtual disseminada na web, chega uma hora que nem o antivírus do amor dá conta. No fim, acaba igualzinho aos casamentos de antigamente, só que sem o constrangimento de precisar ir ao Fórum dar baixa num arquivo morto de corpo presente. Quem já passou por isso torce para que o divórcio vingue na internet.

Em tempo: a senadora Patrícia Saboya, autora da proposta, foi casada com Ciro Gomes, mas uma coisa não tem nada a ver com a outra.

FALSO BRILHANTE

Tem um Edson Celulari no Twitter contando coisas escabrosas sobre sua vida privada com Cláudia Raia. É claro que é tudo falso, mas quem liga para esse detalhe na Internet?

SENSAÇÃO HORRÍVEL

"Jesus está chamando!"

Foi a última coisa que Madonna ouviu antes de desmaiar durante

show em Sófia, na Bulgária

Ele vai voltar

Corria ontem entre os fãs de Michael Jackson barrados no cemitério Forest Lawn o boato de que o velho Joe estaria programando para o final do ano um grande show de exumação do pop star. Será?

Questão de prioridade

Ao sinalizar positivamente para a doação oculta em financiamentos de campanha política, o Senado definiu que a descriminação do mensalão sai antes que a da maconha!

Que país é esse?

Da série "Tem horas que dá vontade de desistir", a nova lei antiestupro meteu ontem atrás das grades um turista italiano de 40 anos flagrado numa praia de Fortaleza, ao lado da mulher brasileira, dando um selinho na boca de sua filha de 8 anos.

Que vergonha, né não?!

Da família das antas Luciana Gimenez vai acabar cobrando royalties: ao apresentar uma receita de bolo, Ana Maria Braga destacou a castanha do Pará como ingrediente da fauna brasileira. Pode?

Nada a ver

Dona Marisa Letícia acordou ontem toda romântica, cantarolando Futuros Amantes, do Chico Buarque. Lula não gostou! Cismou que o verso "não se afobe não/que nada é pra já" era de oposição à urgência no pré-sal.

Saída republicana

Ela anda um pouco esquecida com essa história de pré-sal, mas tem gente na oposição tocando o projeto de transformar Lina Vieira na Sarah Palin brasileira. Falta ainda convencer José Serra a

aceitá-la para vice!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.