Consciência Negra é comemorada com protestos e festas em AL

Pela manhã, líderes religiosos cobraram o governo pelo 'descaso' com entidades afrodescendentes em Maceió

Ricardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

20 de novembro de 2008 | 16h16

O Dia Nacional da Consciência Negra foi comemorado com protestos, manifestações culturais e referências ao líder negro Zumbi dos Palmares, em Alagoas. Pela manhã, líderes religiosos de Casas de Axé de Alagoas se reuniram na Praça Zumbi dos Palmares, no centro de Maceió, para protestar contra o governo do Estado em objeção ao que eles chamaram de "descaso" com as entidades de religiosidade afrodescendente. Os manifestantes protestaram com um ritual religioso, relembrado os quilombolas mortos em nome da liberdade. Veja também:Reitor da Unipalmares fala no combate ao racismo I  Reitor da Unipalmares fala no combate ao racismo II  Data lembra a morte de Zumbi dos Palmares Saiba em quais cidades é feriado no dia 20  "Há vários anos que esse ritual ocorre sempre na madrugada do dia 20 de novembro, no alto da Serra da Barriga, com o objetivo de abrir caminhos e purificar a subida da serra, mas este ano o governo do Estado nos deixou na mão, sem transporte para a cidade de União dos Palmares", disse Pai Célio - um dos babalorixás que comandaram as manifestações. "Por isso, decidimos realizar o ritual na Praça dos Palmares, em protesto contra esse descaso, mas em memória do nosso grande líder Zumbi", acrescentou.  Em União dos Palmares, a prefeitura programou uma série de atividades culturais para celebrar o Dia da Consciência Negra. O ponto alto da programação é o show da cantora baiana Margareth Menezes, no centro da cidade, que fica 94 quilômetros de Maceió. Na sexta-feira, 21, a atração será a carioca Sandra de Sá. Durante as comemorações, a população terá acesso a concurso de beleza negra, no Quilombo de Muquém, rodas de capoeira, apresentação de hip-hop, reggae, entre outros estilos musicais.  "A comemoração do Dia Nacional da Consciência Negra é uma oportunidade para promover o resgate cultural do nosso povo e de elevar a auto-estima dos alagoanos. Alagoas é o único Estado brasileiro que tem dois representantes heróicos no Livro do Tombo, do governo federal: Zumbi dos Palmares e o Marechal Deodoro. E isso tem de ser motivo de grande orgulho para todos os alagoanos", afirmou o professor Zezito Araújo, secretário do Comitê Gestor do Parque Memorial Quilombo dos Palmares, que fica no platô da Serra da Barriga, em União dos Palmares (AL).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.