Consciência Negra só é feriado em 18% do País

No Estado de São Paulo, 205 cidades (31%) celebram data; CET estima saída de 1,6 milhão da capital

O Estado de S. Paulo

19 de novembro de 2014 | 03h00

O Brasil comemora nesta quinta-feira, 20, o Dia da Consciência Negra, em referência à morte de Zumbi dos Palmares – símbolo da luta pela liberdade e valorização do povo afro-brasileiro. De 5.570 municípios do País, 1.047 adotaram a data como feriado, o que corresponde a 18,8%, segundo a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República.

Em São Paulo, a proporção de municípios que decretaram feriado é um pouco maior, 31,7%. Por cair em uma quinta-feira, milhares de pessoas na capital paulista pretendem aproveitar a data como um feriado prolongado, especialmente porque é uma das poucas folgas em 2014. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) prevê que 1,6 milhão de veículos deixem São Paulo rumo ao litoral e ao interior, o que deve complicar o tráfego nas estradas.

Para evitar congestionamento, a recomendação é que o motorista evite os horários de pico, concentrados principalmente da noite desta quarta-feira até o início da tarde de quinta.

O maior volume de veículos deve passar pelo Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, onde a concessionária Ecopistas estima um fluxo de até 933 mil carros entre hoje e amanhã. Somente pela praça de Itaquaquecetuba, deixando São Paulo em direção à região serrana de Campos do Jordão, litoral norte, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Rio de Janeiro, devem passar entre 180 mil e 249 mil veículos. Em caso de formação de filas, funcionários irão realizar a cobrança do pedágio ainda nas filas.

O Sistema Anhanguera-Bandeirantes também ficará pesado, com previsão de 860 mil veículos entre a saída e a chegada à capital, informou a AutoBan, que administra o sistema. No Sistema Castelo Branco-Raposo Tavares, a previsão é de que 530 mil veículos circulem nos dois sentidos durante o feriado, conforme a ViaOeste.

Quem sair da capital pela Rodovia Presidente Dutra deverá enfrentar lentidão no sentido do Vale do Paraíba. Estimativas do SOS Usuário preveem que cerca de 220 mil veículos saiam de São Paulo e 165 mil veículos deixem o Rio até sexta-feira. 

Para orientar os motoristas sobre um acesso alternativo à Rodovia Oswaldo Cruz, que liga a Via Dutra a Ubatuba, a concessionária informará sobre a possibilidade de usar o acesso do km 112,5 da rodovia, na pista sentido Rio, além da saída do km 111.

Litoral norte. Nos últimos fins de semana, por causa do calor, a Rodovia Rio-Santos, que liga as cidades de Ubatuba, Caraguatatuba e São Sebastião, vem apresentando lentidão nos trechos urbanizados e de acesso às praias. Os motoristas deverão enfrentar congestionamentos de até uma hora e meia em percursos que duram, em média, meia hora, entre Caraguatatuba e Ubatuba.

Para quem se dirigir a Ilhabela, o problema será a fila para embarcar nas balsas. Para o feriado prolongado, a Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), que administra as rodovias paulistas, colocará em funcionamento mais uma balsa. A embarcação tem capacidade para 40 carros e 265 passageiros. 

Seis balsas vão operar simultaneamente durante o período. A expectativa da Dersa é de que o movimento seja cerca de 3% maior que o mesmo período de 2013. / MÔNICA REOLOM e CHICO SIQUEIRA e REGINALDO PUPO, ESPECIAIS PARA O ESTADO

Tudo o que sabemos sobre:
Consciência Negra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.