Conselheiros da Infância de SP apresentam renúncia coletiva

Quatorze integrantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Paulo apresentaram renúncia, criticando a Prefeitura de São Paulo. Eles acusam a administração municipal de agir de forma truculenta, sem consultar os integrantes do conselho e de cortar verbas para alguns programas. Os conselheiros que apresentaram renúncia são representantes da sociedade civil. As 16 pessoas indicadas pela Prefeitura, que nega as acusações, continuam no cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.