Consórcio troca mais uma vez seu diretor-geral

Pela segunda vez em pouco mais de dois anos, o Consórcio Via Amarela (CVA), responsável pela construção da Linha 4-Amarela do Metrô, troca seu diretor-geral. Sai Márcio Pellegrini do comando da empresa e entra Célio Franco Soares, que já atuava no consórcio como gerente operacional.Pellegrini será deslocado para campo de obras da construtora Odebrecht em Vitória, no Espírito Santo. Ele ocupava cargo deixado por Fábio Gandolfo, que foi deslocado para o Equador depois do acidente de janeiro de 2007, que matou sete pessoas nas obras da futura Estação Pinheiros.A 15% DO FINALO CVA informou que a construtora necessitou dos trabalhos de Pellegrini em Vitória e a mudança é classificada como "mudança operacional". Ele deixa a construção da Linha 4 com 85% das obras concluídas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.