Wilton Junior/Estadão
Wilton Junior/Estadão

EUA suspendem emissão de visto nesta semana

Serviço foi interrompido nos Consulados de SP, Rio e Recife e na Embaixada de Brasília; falha atinge pedidos feitos depois do dia 8

Lígia Formenti, O Estado de S. Paulo

16 de junho de 2015 | 15h40

Atualizada às 20h57

BRASÍLIA - A pane no sistema de concessão de vistos americanos, que atinge o mundo inteiro, fez o Departamento de Estado dos Estados Unidos cancelar entrevistas nos consulados brasileiros programadas para quinta e sexta-feira, 18 e 19. As reuniões marcadas para esta quarta, 17, em São Paulo já haviam sido suspensas. Não há previsão para normalização do serviço.

Geralmente emitido em dez dias úteis, o visto está sem data de entrega. O problema está no sistema de autorização da impressão do documento nos passaportes, em Washington, e afeta solicitações feitas depois do dia 8.

Diante da falha, entrevistas agendadas hoje no Consulado de São Paulo foram desmarcadas anteontem. Ontem, a Embaixada estendeu esse prazo para amanhã e sexta-feira, quando a interrupção vai atingir, além da capital paulista, os Consulados do Rio e Recife e a Embaixada de Brasília.

“Pedimos desculpas”, afirmou o conselheiro para assuntos consulares dos Estados Unidos, Tom Llyod. A estimativa é de que a interrupção afete a concessão de cerca de 16 mil vistos no País - a Embaixada emite em média um milhão de documentos por ano. Por enquanto, disse Llyod, estão mantidas as entrevistas da semana que vem.

Não havia, até esta terça-feira, 16, uma definição de como será feita a análise dos pedidos que se acumularam ao longo dos últimos dias. De acordo com o cônsul-geral, entre 10% e 20% das entrevistas foram desmarcadas na semana passada. “Diante da situação geral, achamos melhor cancelar as entrevistas desta semana”, disse. Na sexta-feira, a equipe deverá fazer uma nova avaliação para definir a estratégia que será adotada depois disso. 

Llyod descartou que o problema nos sistema do Departamento de Estado dos Estados Unidos tenha sido provocado pela ação de hackers. Ele, no entanto, disse não saber quais as causas das falhas no sistema.

Até que a pane seja solucionada, somente serão emitidos vistos para casos excepcionais. Entre as exceções estão passageiros que precisam viajar para tratar a saúde ou viagens para temas bilaterais considerados de absoluta importância. “Cada caso será avaliado individualmente”, explicou Llyod. 

Aquelas pessoas que já entregaram o passaporte no Consulado americano para emissão do visto e precisam do documento de volta (mesmo sem a permissão emitida) devem entrar em contato com o órgão.

Saiba o que fazer:

EmergênciasBrasileiros com compromissos imediatos e inadiáveis nos Estados Unidos podem pedir agendamentos emergenciais. 

Agendamento obrigatório - Primeiro passo é agendar uma entrevista por meio do site http://brazil.usvisa-info.com/. A página vai fornecer informações sobre a antecipação da reunião.

Prioridades - A embaixada afirma que “se esforça” para antecipar entrevistas que tratem de urgências médicas ou de negócios. Pedidos por fax e e-mail não são aceitos. 

Passaporte americano - Solicitações de passaportes americano feitos no Brasil também foram afetadas. Quem solicitou um passaporte após o dia 26 de maio ou tem planos de viagem nos próximos dez dias úteis pode pedir um passaporte de emergência pelo site http://brazil.usembassy.gov/lostpassports.html.

Dúvidas ou solicitações - Dúvidas ou solicitações devem ser enviadas para os e-mails: saopaulovisa@state.gov; visario@state.gov: brasiliavisa@state.gov; recifevisa@state.gov. Pessoas com viagens de emergência já marcadas devem seguir as instruções contidas no link: http://portuguese.brazil.usembassy.gov/pt/emergency.html.


Tudo o que sabemos sobre:
consuladovistoestados unidoseua

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.