Paulo Liebert/Estadão
Paulo Liebert/Estadão

Consulados dos EUA retomam entrevistas para emissão de visto

Por causa de falha em escala global, contudo, prazo para entrega do documento continua demorando mais do que o normal (10 dias úteis)

O Estado de S. Paulo

04 Agosto 2014 | 11h38

SÃO PAULO - As entrevistas dos solicitantes do visto americano agendadas para esta segunda-feira, 4, foram mantidas nas seções consulares no Brasil. Após adiar as entrevistas da última sexta-feira, 1º, os consulados de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife voltaram a realizar a segunda etapa do processo de emissão do documento, mas o prazo de entrega deve ser superior ao normal, de dez dias úteis.

Uma falha na rede de transmissão de dados em Washington, verificada no dia 20 de julho, prejudicou a emissão do documento americano em escala mundial. Desde então, 250 mil vistos foram concedidos em todo o mundo, enquanto a média é de 480 mil no mesmo período.

Por causa do problema, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil precisou reagendar as entrevistas que estavam marcadas na sexta-feira para tentar acelerar a demanda pendente dos vistos já aprovados. Os solicitantes foram automaticamente remanejados para o dia 13 de agosto, no mesmo horário anterior, mas com a opção de escolher outro dia disponível no calendário dos consulados.

Em nota, a Embaixada afirmou que o Departamento de Estado dos EUA continua trabalhando para restaurar totalmente o sistema de emissão de vistos, o que não tem previsão para acontecer. O Bureau de Assuntos Consulares diz que deve levar algumas semanas para o sistema voltar à normalidade.

Os casos de tratamento de saúde ou falecimento são considerados prioridade na emissão dos vistos. Outras situações, como a dos brasileiros que estudam no exterior, precisam ser avaliados pelos consulados.

Apesar da falha, os Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto (Casv), onde se faz a primeira etapa da documentação, não foi afetado. Além das unidades em consulados, os agendamentos também podem ser feitos nos Casv de Porto Alegre e Belo Horizonte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.