Consultores dão dicas na hora das compras

Os novos hortifrútis também oferecem a consultoria de especialistas, como sommeliers, chefs e gourmands para ajudar durante as compras. No endereço da rede Oba, em Moema, o sommelier Eduardo Dorílio dá dicas de vinhos que combinam com determinados pratos, seja para levar para casa, seja para degustar no restaurante, aberto todos os dias para almoço e jantar no mezanino, onde o cardápio é definido por outro especialista, o chef Delano Feitosa, de 38 anos, formado pelo Senac e há duas décadas trabalhando em cozinhas da capital. Delano e Dorílio conhecem pelo nome os clientes mais assíduos, a quem passam receitas e sugestões de cardápio. "Nosso foco é a sessão de legumes e verduras. Mas a proposta do restaurante e da adega é agregar valor ao serviço. O cliente escolhe os ingredientes para o jantar e pode sair daqui levando também um bom vinho, sem precisar parar em outro lugar. Somos um empório com identidade de hortifrúti", resume Dorílio, filho de pescadores de Florianópolis, que começou a carreira em São Paulo como garçom, mas logo se apaixonou pelos vinhos. Depois de um curso na Associação Brasileira de Sommeliers, passou por Restaurante Charlot, Café Jornal, Galeria dos Pães e Vinícola Aurora. "Sou pescador de vinhos", diz, entre mais de 600 rótulos da adega do Oba, com preços entre R$ 9,90 e R$ 490 (o tinto espanhol Calvario, safra 2002). O mesmo serviço está disponível no Pomar & Cia, também em Moema, que depois de uma reforma recente ganhou uma sofisticada adega. Já na loja da rede Natural da Terra, no Brooklin, os peixes são escolhidos, pessoalmente, entre mais de 250 variedades, por Oswaldo Yoshio. Ex-feirante que se tornou consultor em pescados depois de mais de 30 anos no setor, ele percorre os entrepostos antes de o sol nascer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.