Contador é morto a facadas no centro de SP

O contador Elieu dos Santos Reis, de 45 anos, foi morto a facadas durante um roubo às 20h30 de ontem, no centro da cidade de São Paulo. Elieu e dois amigos, o tarifeiro Carlos Henrique Maya Rosário, 37, e o professor Mário Sérgio Aragão, 20, marcaram um encontro em frente a um prédio, na rua Barão de Itapetininga, na República, região central da capital. Após sair do edifício, onde fica seu escritório, o contador encontrou os dois colegas e todos foram em direção ao Largo do Arouche, para tomar um chope em uma lanchonete.Na rua Vieira de Carvalho, próximo ao Largo, os três colegas foram cercados por outros três suspeitos, um deles armado com uma faca. Carlos e Mário conseguiram se afastar, mas Elieu acabou tendo o celular roubado e foi ferido com 3 facadas, duas no peito e outra nas costas. Os dois colegas colocaram o contador em um taxi e o levaram para o hospital. Mesmo socorrido no Pronto-socorro da Santa Casa, a vítima morreu.Um hora depois, policiais militares da 2ª Companhia do 07º Batalhão, detiveram os três bandidos, que estavam no interior de um táxi na rua Paim, no bairro da Bela Vista. Foram detidos os menores W.L.V.S, e B.R.C. ambos de 17 anos, e Maurício Mariano Rito, 18. Com o trio havia uma faca ensanguentada, o celular do contador e dois cachimbos usados para o consumo de crack. Os assassinos foram indiciados por latrocínio, pelo delegado Marcel Esteves Mourão, do 3º Distrito Policial, de Santa Ifigênia, onde o caso foi registrado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.