Continua greve dos rodoviários em Salvador

100% dos rodoviários estão paralisados desde última quarta-feira, 23, para reivindicar aumento salarial

Gheisa Lessa - Central de Notícias,

24 de maio de 2012 | 11h19

São Paulo, 24 - Continua a greve dos trabalhadores rodoviários de Salvador, na Bahia, nesta quinta-feira, 24. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários da capital baiana, cerca de 22 mil motoristas e cobradores se recusam, inclusive, a cumprir a ordem da Justiça de operar as linhas nos horários de pico.

Uma reunião começou por volta das 9h desta quinta na sede do Tribunal Regional do Trabalho, no bairro de Nazará, em Salvador e, segundo a categoria, deve acontecer uma segunda proposta por parte do governo do Estado e da Prefeitura de Salvador.

Os rodoviários da capital estão 100% parados desde a manhã da última quarta, 23, e reivindicam aumento salarial e real de 14%, vale-refeição de R$ 15 diários. Segundo o Sindicato, o motivo da paralisação foi a oferta do Governo, feita na última sexta-feira, 18, de 4,88% de reajuste a ser pago a partir do mês de setembro, mesmo a data base da categoria ser no mês de maio.

Conforme determinação da Justiça, os trabalhadores deveriam manter a circulação de 60% da frota nos horários de pico, entre às 5h e 8h da manhã e entre às 16h e 19h no fim do dia. Nos demais horários a circulação deveria acontecer com 40% da frota.

O Sindicato dos Rodoviários não tem previsão para o fim das paralisações e afirma que a circulação volta ao normal com uma oferta de reajuste que agrade os trabalhadores.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    greverodoviáriossalvador

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    • Novembro Azul: entenda a campanha de prevenção do câncer de próstata
    • Yuval Harari: “Algoritmos entendem você melhor do que você mesmo se entende"
    • DPVAT: o que é e como funciona o seguro obrigatório?

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.