Continua rebelião de presos no Rio

Os presos rebelados da Casa de Custódia Jorge Santanna, que fica no complexo de presídios em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, estão desde cedo no telhado e na caixa d?água da unidade. Eles picharam siglas de facções criminosas do Rio e de São Paulo no teto e exibem bandeiras vermelhas. Os detentos estão rebelados desde a noite de ontem, depois de uma tentativa frustrada de fuga. Dois sargentos foram feitos reféns.Os presos estão armados com pelo menos dois revólveres, que pertenciam aos policiais. As negociações foram retomadas no começo desta quarta-feira. O coordenador de Gerenciamento de Contingências da Secretaria de Segurança Pública, tenente-coronel Aluísio Guedes, que acompanha o trabalho dos negociadores, disse que os presos estão calmos. A única reivindicação que fizeram foi a de ter um representante do Conselho da Comunidade para acompanhar o fim do motim.

Agencia Estado,

23 de outubro de 2002 | 09h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.