Continuam audiências em Minas Gerais sobre desaparecimento de Elisa Samudio

Justiça deve ouvir 15 pessoas; semana passada, menor envolvido negou todos os depoimentos já prestados

Priscila Trindade, Central de Notícias

13 Outubro 2010 | 10h22

SÃO PAULO - Começou na manhã desta quarta-feira, 13, mais uma audiência do julgamento dos acusados pelo desaparecimento e morte de Eliza Samudio, no Fórum de Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A sessão teve início por volta das 9h20.

 

Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), cerca de 15 pessoas devem ser ouvidas. Acompanham a audiência o goleiro Bruno Fernandes, a mulher dele, Dayanne Souza; Fernanda Gomes de Castro, ex-noiva do goleiro; o primo dele, Sérgio Rosa Sales; Luiz Henrique Romão, o Macarrão e Marcos Aparecido dos Santos, o Bola.

 

No último dia 8, o primo adolescente do goleiro negou, em audiência no Fórum de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, todos os depoimentos prestados sobre o desaparecimento da ex-amante do jogador. O jovem de 17 disse ter sido coagido pela polícia a dar a versão inicial. Ele havia confirmado e detalhado o assassinato da jovem. O menor está internado por período indeterminado em uma instituição para infratores por envolvimento no sequestro, cárcere privado e assassinato da modelo.

Mais conteúdo sobre:
caso Bruno

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.