Contrabandistas pedem ajuda à polícia para escapar de assaltantes

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira os contrabandistas Jair Francisco da Silva, de 34 anos, e José Vieira, 29, quando eles pediram ajuda em um posto policial contra quatro assaltantes que perseguiam o Vectra em que levavam 850 pacotes de cigarro adquiridos na vila boliviana de Montevidéo, na fronteira com Plácido de Castro (a 100 quilômetros de Rio Branco). "Preferimos se (sic) entregar à polícia que cair nas mãos dos ladrões", disse Silva. A dupla contou aos policiais militares que, após deixar a Bolívia de madrugada, tomaram um atalho na rodovia AC-40, que liga Plácido à capital, para escapar das barreiras policiais e da Receita Federal. Tomaram uma estrada rural pouco usada e chegaram ao Ramal Mulungu, distante cerca de 20 quilômetros de Plácido. Numa região de mata densa, quatro homens armados dentro de um Passat deram início à perseguição. Silva, que ia ao volante, percebeu que se tratava de um assalto e tomou o rumo de um ponto onde sabia que poderia encontrar uma patrulha da PM.Os PMs foram atrás dos assaltantes, mas eles conseguiram fugir pela mata, deixando o carro na estrada. Por confessar crime internacional, os dois foram levados para a PF, onde permanecem presos e respondem a processo por contrabando.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.