Controlado conflito em Brasília

Foi controlado o conflito entre policiais militares e manifestantes da marcha "Uma luz para o Brasil", contra o apagão e a corrupção. O embate deixou seis feridos, sendo cinco PMs e um manifestante, e três pessoas detidas. Segundo a Polícia Militar, participaram do ato 30 mil pessoas e o aparato de segurança envolveu 4.200 homens da PM. O confronto durou cerca de uma hora, depois que anarquistas e punks provocaram os policiais militares jogando pedras, paus e vidros. Os policiais tiveram que usar jatos d?água e balas de borracha para conter a confusão. O deputado Babá (PT-PA) chegou a ser agredido por um policial, ao tentar furar o bloqueio para negociar a libertação de um manifestante detido. O estudante Fábio Silva dos Santos, de 23 anos, do Rio, foi atropelado por um cavalo da Polícia Militar e levado para o hospital por homens do Corpo de Bombeiros.Segundo o coronel da PM, Eloísio Costa, que comandou a operação, o confronto ocorreu por causa de um pequeno grupo de punks. "Infelizmente eles estavam misturados aos demais manifestantes e tivemos que comandar uma operação para dispersar a confusão. Estava indo tão bem, mas a confusão começou por causa desse grupo", lamentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.