Controlado incêndio em barracos da zona sul de SP

Cinqüenta homens do Corpo de Bombeiros de São Paulo, num total de 20 viaturas, estão na favela do Buraco Quente, localizada na Avenida Jornalista Roberto Marinho, altura do número 5.000 (antiga Avenida Água Espraiada) fazendo o trabalho de rescaldo nos barracos localizados embaixo do Viaduto Luís Eduardo Magalhães, na zona sul de São Paulo.Um incêndio atingiu a favela às 15h30 desta tarde e só foi controlado por volta das 18 horas.De acordo com moradores, a causa do incêndio foi um curto-circuito. Quase todas as ligações elétricas da favela são clandestinas. O fogo, violento e rápido, destruiu cerca de 50 barracos.Segundo o Corpo de Bombeiros de São Paulo, sete vítimas de crise nervosa foram socorridas. Nesta madrugada, outro incêndio destruiu cerca de 20 barracos da favela da Aldeinha, localizada no trecho final da Ponte Júlio de Mesquita Neto sentido Avenida Marquês de São Vicente, zona oeste de São Paulo. Ninguém ficou ferido.Dezoito viaturas do Corpo de Bombeiros combateram as chamas. Até 1h30 de hoje, três equipes ainda faziam o trabalho de rescaldo na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.