Controlado incêndio em navio que explodiu em Paranaguá

Após vinte horas de trabalho, o Corpo de Bombeiros conseguiu controlar os focos de fogo que ainda existiam no navio chileno Vicuña que explodiu na última segunda-feira no Porto de Paranaguá. Hoje, o trabalho será voltado para a limpeza da baía, contaminada por metanol e óleo em uma extensão de 18 quilômetros. As buscas aos dois corpos desaparecidos continuam.Técnicos da Petrobras, da Capitania dos Portos, do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e do Ibama trabalham no local instalando barreiras para conter o vazamento e reparando os danos. A previsão é de que os trabalhos durem cerca de três meses.O óleo que ainda resta dentro do navio vem sendo retirado por meio de respiros que bombeiam a carga diretamente para caminhões-tanques.Os 24 tripulantes que sobreviveram estão hospedados em um mesmo hotel e permanecerão na cidade até serem concluídos os depoimentos à polícia sobre o que aconteceu na hora do acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.