Controlador de vôo preso volta ao trabalho na Bahia

O sargento da aeronáutica e controlador de vôo Jonas Júnior, preso por insubordinação no dia 17, voltou ao trabalho na tarde desta sexta-feira, 30, no Aeroporto Internacional de Salvador (BA). Segundo seu advogado, Vivaldo Amaral, ele teme represália de seus comandantes, por ter conseguido ser solto por força de habeas-corpus, no último sábado (a prisão duraria até terça-feira). "Ele tem medo de receber alguma ordem que não possa cumprir, o que pode causar nova prisão", afirma. Júnior foi preso por registrar, no livro de ocorrências, irregularidades e deficiências que podem comprometer a segurança de vôo em Salvador - procedimento que havia sido proibido pelo comando do Centro de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo (Cindacta) local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.