Controlador libertado volta ao aeroporto com advogado

Depois de ser solto, na noite de sábado, o sargento Jonas Rodrigues Junior, 43 anos, controlador de vôo de Salvador (BA) que estava detido na base aérea da capital baiana desde o dia 17, voltou acompanhado de um advogado nesta manhã à sala onde trabalha, no Aeroporto Internacional de Salvador. "Foi uma medida protocolar, para que não houvesse reclamações de que ele ´desapareceu´ depois de ser solto", afirma o advogado Vivaldo Amaral. "Ele só volta a trabalhar no dia 29".Rodrigues Junior foi liberado depois que a Justiça Federal acatou o pedido de habeas-corpus impetrado pelo advogado - sua soltura estava prevista para terça-feira. Segundo um membro da associação dos controladores, que prefere não se identificar - dizendo temer sofrer represálias -, a decisão da Justiça é uma vitória da categoria, que luta pela desmilitarização do controle do setor aéreo do País. "Pode ser que a divulgação da prisão tenha surtido efeito na decisão do juiz", pondera.PuniçõesDe acordo com Amaral, o controlador foi preso por apontar, em relatório, os problemas operacionais enfrentados por ele mesmo e pelos colegas no Aeroporto Internacional de Salvador. "Ele sofreu duas punições administrativas: por desobediência de ordem - no caso, por continuar registrando os problemas apesar de ter sido instruído para não fazê-lo - e por insubordinação, por exigir um advogado para defendê-lo da primeira punição", afirma Amaral. "É um exemplo claro de falta de respeito às leis. Meu cliente é professor universitário de direito aeronáutico, sabe dos direitos que tem".Amaral conta que seu cliente pediu para que ele tomasse três atitudes, depois de sua soltura. "Vamos ajuizar uma ação na Justiça federal com o objetivo de anular o ato administrativo que resultou em sua prisão - para limpar a ficha do profissional -, vamos entrar com uma ação indenizatória por danos morais contra a União e tentar um contato com o ministro da Defesa, Waldir Pires, para quem meu cliente quer contar pessoalmente os problemas que os controladores enfrentam em Salvador".

Agencia Estado,

26 de março de 2007 | 19h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.