Cooperativa de ônibus tem mais um dia de greve em SP

Motoristas e cobradores da Viação Cooperturb-Poli, que atende a parte da zona Leste da cidade de São Paulo, entram no 8º dia consecutivo de greve. Os 350 funcionários da empresa, terceirizados, que pertence ao sistema bairro-a-bairro, protestam contra o atraso no pagamento dos salários, que ocorre desde novembro do ano passado, além das precárias condições de trabalho. A São Paulo Transportes (SPTrans) mantém a operação Paese. Pelo menos 25 ônibus de outras empresas circulam pelas linhas afetadas com a greve.

Agencia Estado,

04 de abril de 2003 | 06h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.