Coordenadora rebate críticas à conferência

A coordenadora-geral da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública, Regina Miki, disse ontem ter recebido "com estranheza" críticas à preparação do encontro feitas pelo secretário-geral da CNBB, d. Dimas Lara Barbosa, para quem a sociedade civil está fora do debate. Regina disse que a conferência tem participação de 40% da sociedade civil, 30% de gestores e 30% de trabalhadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.