Copa pode atrapalhar realização da Parada Gay

A Parada do Orgulho Gay, que acontece tradicionalmente em São Paulo no domingo seguinte ao feriado de Corpus Christi, pode não ser realizada este ano.A Associação da Parada do Orgulho GLBT (gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais) de São Paulo pretende realizar a 10ª edição do evento em um sábado desta vez, mais especificamente no dia 17 de junho porque no domingo, 18, a seleção brasileira jogará na Copa do Mundo.De acordo com a associação, o jogo do Brasil no domingo pode trazer problemas em relação à segurança dos participantes da parada, pois torcedores poderão ir à Paulista para comemorar, o que pode gerar um confronto entre os dois grupos.Em 6 de fevereiro, porém, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) emitiu um parecer técnico que desaconselha a realização de qualquer evento de grande porte aos sábados na capital paulista, por considerar que o movimento na cidade se assemelha aos dias de semana. A assessoria da CET, no entanto, diz não ter mais informações no momento sobre o assunto. A Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual (CADS), órgão da Prefeitura, informou que o impasse em relação à data de realização continua. A Prefeitura entende que o domingo, 18 de junho, é a melhor opção para o evento e continua negociando com a organização da Parada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.