Divulgação
Divulgação

Coreógrafo brasileiro é preso por estupros em Los Angeles

Alex da Silva dava aula de salsa em escolas de dança e se tornou famoso após participar de programa da Fox

Associated Press,

05 de abril de 2009 | 19h16

Um coreógrafo brasileiro foi preso no sábado acusado de ter estuprado quatro estudantes de dança, segundo informações da polícia de Los Angeles. Alex da Silva, de 41 anos, dava aula de salsa em escolas de dança e se tornou o "coreógrafo celebridade" do programa So You Think You Can Dance, da Fox. O bailarino deve se apresentar à Corte Americana na terça-feira, e foi fixada uma fiança de US$ 3,8 milhões.

 

As queixas pelos estupros foram feitas em 2003, 2004 e 2005, mas as investigações não prosseguiram. No último dia 28 de março, uma quarta mulher acusou o professor de violência sexual. As outras três investigações foram reabertas após os depoimentos das vítimas, já que todas relatavam semelhanças na abordagem feita pelo professor.

 

"As quatro mulheres não se conhecem, mas as acusações são basicamente as mesmas", informou o detetive. "Temos quase certeza de que há outras vítimas, e esperamos que elas se apresentem", disse.

 

Alex Silva nasceu no Rio de Janeiro e morou em São Francisco por oito anos, de acordo com informações de seu site. Ele teria treinado estrelas como Jennifer Lopez, Will Smith, P. Daddy, Salma Hayek e Jennifer Love Hewitt.

Tudo o que sabemos sobre:
estuprobrasileiro presoLos Angeles

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.