Coronel é exonerado após morte de cabo em morro no Rio

Policial negociava resgate de carro do superior na zona norte quando foi atingido por pelo menos 10 tiros

Priscila Trindade, da Central de Notícias,

01 de março de 2010 | 15h38

A Polícia Militar do Rio exonerou do cargo na manhã desta segunda-feira, 1º, o coronel Carlos Henrique Alves de Lima, do 5º Batalhão, na Praça da Harmonia, até a conclusão do inquérito que apura a morte de um cabo da corporação.

 

Lima e o cabo Guttemberg Conceição, de 32 anos, foram no sábado, 27, até o Morro da Pedreira, em Costa Barros, na zona norte do Rio, negociar o resgate do carro particular do coronel roubado no mesmo dia. Na operação de resgate, Conceição dirigia o veículo e foi atingido por pelo menos 10 tiros. O carro particular não foi recuperado.

 

A PM abriu sindicância para apurar o caso e o coronel Lima já foi ouvido nesta manhã pela Corregedoria Interna da corporação. Segundo informações da polícia, um grupo assaltou a mulher do coronel no sábado e levou o carro do casal, além de objetos pessoais em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

Tudo o que sabemos sobre:
Rioviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.