MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO
MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Bombeiros encontram corpo em rio, mas não confirmam relação com acidente em Minas

Vítima no Rio Doce estava a 100 quilômetros do subdistrito atingido pelo rompimento da barragem, na cidade de Mariana

, O Estado de S. Paulo

06 Novembro 2015 | 18h12

SÃO PAULO - O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais informou na tarde desta sexta-feira, 6, ter encontrado um corpo no Rio Doce, a 100 quilômetros do local onde a barragem da mineradora Samarco se rompeu na tarde desta quinta. A corporação, no entanto, emitiu esclarecimento pelas redes sociais informando que não é possível confirmar se a vítima é decorrente do acidente no subdistrito de Bento Rodrigues, na cidade de Mariana.

Até o início da noite desta sexta, o Corpo de Bombeiros confirmava uma morte causada pelo acidente. Outras 500 pessoas saíram ou foram resgatadas da localidade após um mar de lama inundar a região e causar pânico nos moradores. De acordo com estimativa da Associação Comunitária de Bento Rodrigues, a região conta com cerca de 620 residentes e 200 casas. A maior parte da área acabou encoberta pelos rejeitos da mineradora.

O acesso ao subdistrito está proibido pela Polícia Militar, que montou barricadas ao longo da estrada de terra que dá acesso ao vilarejo. Na manhã desta sexta, helicópteros sobrevoavam a área atingida. Da cidade, restaram algumas paredes de casas e árvores, todas cercadas de lama.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.