Corpo de boxeador canadense é exumado

O corpo do boxeador canadense Arturo Gatti foi exumado anteontem para passar por uma nova necropsia no Canadá, a pedido da família, informou o legista Gilles Ethier à agência de notícias Associated Press. Os parentes de Gatti não acreditam na versão de suicídio, defendida pela polícia do Recife com base no laudo do Instituto Médico-Legal de Pernambuco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.