Corpo de brasileira é encontrado em rio do noroeste da Espanha

Homem confessou assassinato de Maria Socorro da Silva, que trabalharia como prostituta na cidade de Ourense

Efe,

26 Fevereiro 2009 | 18h57

O corpo de uma jovem brasileira de 26 anos que estava sendo procurada nas águas do Rio Avia, em Ourense, noroeste da Espanha, foi encontrado nesta quinta-feira, 26, no reservatório de Cabanelas, segundo fontes da investigação. Agentes da Guarda Civil espanhola procuravam o corpo depois que um homem, identificado como R.F.A., confessou ser o autor do homicídio e de ter jogado o corpo no rio.   A brasileira, identificada como Maria Socorro da Silva, morava no bairro de O Couto, na cidade galega de Ourense, onde era ligada com prostituição. Fontes da Guarda Civil informaram à Efe que o suposto autor da morte da jovem foi detido na quarta-feira nas cercanias do reservatório de Albarellos, para onde foram os agentes, ao receber um aviso da esposa do homem sobre a intenção dele de se suicidar.   Os agentes localizaram o veículo de R.F.A. e o próprio quando se preparava para pular no reservatório, e comprovaram que estava envolvido em uma investigação policial, por isso o detiveram. O detido confessou ter matado a jovem - cujo desaparecimento foi denunciado em 10 de fevereiro - e que jogou o corpo no Rio Avia, o que desencadeou a operação de busca, com helicóptero e mergulhadores, segundo as mesmas fontes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.