Corpo de comerciante morto em SP segue para o Egito

O corpo do comerciante egípcio Alaa Ahmed Hefnawi, de 34 anos, será embarcado neste sábado, às 14 horas, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, em Guarulhos, para ser enterrado no Egito. A mulher dele e o filho de 1 mês estarão na viagem. O egípcio foi assassinado na última terça-feira. Ele havia chegado do Egito e, em Cumbica, embarcou num ônibus do Airport Service, com destino ao Terminal Bresser, na capital.Foi assaltado e morto quando o veículo trafegava na Rodovia Ayrton Senna. A polícia prendeu quatro homens que confessaram o crime. Nesta sexta-feira o corpo foi velado no Cemitério Islâmico de Guarulhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.