Corpo de estudante morta em penhasco no Peru é velado em Osasco

Paula faleceu na região de Sangay conhecida como El Oásis, área usada para trilhas, no sul do país

Gheisa Lessa, O Estado de S. Paulo,

27 Julho 2012 | 15h35

SÃO PAULO - O corpo da estudante de medicina da PUC-Campinas, Paula Sibov, de 24 anos, que morreu ao cair de um penhasco no último domingo, 22, no sul do Peru é velado na tarde desta sexta-feira, 27, em Osasco, na zona oeste de São Paulo. O enterro está previsto, segundo o Cemitério Municipal de Osasco, para às 17h desta sexta.

O corpo chegou na manhã desta sexta no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. Depois seguiu para o Cemitério de Osasco, onde é velado desde ás 13h30.

Paula faleceu na região de Sangay conhecida como El Oásis, área usada para trilhas, no sul do Peru. A estudante caiu de uma altura aproximada de 200 metros e foi resgatada por homens da Polícia Nacional e trabalhadores do município, na madrugada de segunda-feira, 23. Em nota, a universidade PUC-Campinas confirmou a identidade da aluna.

"Ela se formaria em 2014 e apresentava um bom desempenho acadêmico, sempre dedicada e empenhada em suas atividades", informa. A South American Explorers, apontada inicialmente como responsável pelo pacote de viagem da brasileira, negou na tarde de ontem ter intermediado a viagem da brasileira e afirmou ser uma organização sem fins lucrativos que apenas fornece informações turísticas por meio de seus quatro "clubhouses" (centros de informação especializada). "Nós não contratamos guias nem vendemos passeios", disse a gerente em Lima, Kara Seigal.

Mais conteúdo sobre:
acidenteperuestudantebrasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.