Corpo de garota baleada na quadra da Imperatriz é enterrado

Adolescente de 14 anos foi atingida na cabeça por disparo durante ensaio, em Ramos, na zona norte do Rio

da Redação, estadao.com.br

17 Fevereiro 2009 | 17h42

O corpo da adolescente Juliana Chaves Lins da Silva, de 14 anos, foi enterrado nesta terça-feira, 17, no Cemitério de Inhaúma, zona norte do Rio. A jovem morreu após ser baleada durante um ensaio na quadra da escola de samba Imperatriz Leopoldinense.     A mãe da adolescente, Andrea, se comoveu durante o sepultamento, assim como os parentes e amigos que acompanharam o cortejo. Juliana participava do ensaio na quadra da escola em Ramos e se preparava para desfilar pela primeira vez, na ala mirim das baianas.    

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.