Divulgação
Divulgação

Corpo de modelo cearense encontrada morta na China deve chegar ao Brasil nesta 4ª

Segundo a polícia, Camila Bezerra teria caído da janela do banheiro do apartamento, no 13º andar

Lauriberto Braga, O Estado de S. Paulo

02 de janeiro de 2013 | 11h49

Texto atualizado às 12h51

FORTALEZA - O corpo da modelo cearense Camila Bezerra, de 22 anos, encontrada morta em Guangzhou, no sudeste a China, na entrada de 2013, deve chegar a Fortaleza nesta quarta-feira, 2. O corpo aguarda liberação chinesa para o traslado. Camila Bezerra foi encontrada na área de lazer de um condomínio onde morava. Segundo relatos colhidos pela polícia chinesa, a cearense teria caído da janela do banheiro do apartamento, no 13º andar.

Depoimentos de amigos dão conta que Camila foi achada por uma das seis brasileiras que dividiam apartamento com ela. Segundo uma das amigas, o banheiro estava revirado e que ao procurar a cearense ela acabou a encontrando na morta na área de lazer. Informações da brasileira destacam que Camila havia saído para comemorar a entrada de 2013 e que teria voltado às cinco da madrugada, quando aconteceu a tragédia. A cearense estava na China há seis meses trabalhando como modelo. Antes ela tinha estado em outras temporadas como modelo na Ásia.

Familiares da modelo não acreditam que ela tenha se jogado do 13º andar e suspeitam que Camila teria brigado com alguma colega de apartamento. Eles revelaram dificuldades burocráticas para trazer o corpo da modelo para sepultamento na capital cearense.

Tudo o que sabemos sobre:
modeloChinamortaRèveillonCeará

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.