Corpo de turista catarinense é encontrado em trilha da Região dos Lagos, no Rio

Ela estava desaparecida desde domingo, 18; roupas, documentos e até o celular da vítima estavam abandonados no local

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

22 Novembro 2018 | 08h34

RIO - O corpo da empresária catarinense Fabiane Fernandes, de 32 anos, que estava desaparecida desde o último domingo, 18, foi encontrado na tarde desta quarta-feira, 21, na trilha da Cabocla, em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos fluminense. Localizado com a ajuda de um cão farejador, o corpo estava nu e tinha ferimentos na cabeça e no tronco. Segundo a polícia, que  ainda não sabe de que forma a empresária foi morta, roupas, documentos e até o celular da vítima estavam abandonados no local. Fabiane estava passeando em Arraial do Cabo. Seu corpo seria encaminhado ainda nesta quarta-feira para o Instituto Médico-Legal (IML) de Araruama (Região dos Lagos) ou do Rio de Janeiro

 

A empresária morava em Florianópolis, onde administrava a pousada da família na praia dos Ingleses. Ela deixou um filho de nove anos, e também cuidava da mãe, que está acamada em razão de doença.

Fabiane viajou para Arraial do Cabo no feriado e na manhã de domingo saiu para fazer uma trilha. De manhã ela postou em redes sociais uma foto em que afirma estar numa trilha do Pontal do Atalaia, mas na verdade mostrava a trilha da Prainha, a cerca de seis quilômetros de onde pensava estar. A empresária estava errada quanto à própria localização.

Como Fabiane não deu mais notícias nem atendeu mais o celular, amigos avisaram a polícia, que começou as buscas na segunda-feira, 19, mas o corpo só foi encontrado nesta quarta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.