Corpo é encontrado em Ilhota e mortes sobem para 123 em SC

Cidade receberá grandes investimentos para reconstrução, disse governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira

Elvis Pereira e Júlio Castro, estadao.com.br e O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2008 | 21h35

A polícia encontrou na manhã desta segunda-feira, 8, o corpo de uma menina que havia sido soterrada em Ilhota, no Vale do Itajaí. Com isso, subiu para 38 o número de mortes provocadas pelas chuvas na cidade e para 123, em todo o Estado. A Defesa Civil catarinense não soube informar a identidade da vítima nem se ela estava entre as 29 pessoas desaparecidas. E o governador de Santa Catarina Luiz Henrique da Silveira (PMDB) garantiu que a área conhecida como complexo do Baú, uma das mais atingidas da cidade, vai ser contemplado com grandes investimentos.   Veja também: Saiba como ajudar as vítimas das chuvas IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas         O governador assegurou a reconstrução das casas, a reposição da rede elétrica e auxílio aos agricultores de Ilhota. Ele será recebido nesta terça-feira, 9, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília quando receberá um levantamento sobre todas as ações desenvolvidas pelos ministérios de ajuda às vítimas das enchentes em Santa Catarina.  Segundo a Defesa Civil, 27.236 pessoas permanecem desalojadas e 6.239, desabrigadas. Em 14 municípios foi decretado estado de calamidade pública.   Em visita à comunidade o governador Luiz Henrique da Silveira disse que os problemas da comunidade de Ilhota serão prioridade. "Vamos gastar aqui o que for necessário para esta região voltar as suas atividades e recompor a vida dos moradores", destacou.   Ao receber um documento com pedido de auxílio aos rizicultores, o governador confirmou que o governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura, dará crédito especial a fundo perdido para a subsistência destes produtores. Os demais itens do documento, como o pagamento de dívidas de investimento em 20 anos, serão repassados ao governo federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.