Corpo encontrado em deserto dos EUA pode ser de brasileiro

O Itamaraty confirmou nesta quarta-feira que uma ossada encontrada no deserto do Arizona, nos Estados Unidos, pode ser de um mineiro. O corpo foi encontrado pela polícia mexicana, no mês passado.De acordo com o consulado brasileiro nos EUA, ao lado dos ossos foi encontrado o passaporte de Gilmar Alves, além de roupas e U$ 40. O Itamaraty recebeu os documentos de Gilmar em Brasília e localizou a família, que confirmou o desaparecimento dele.Segundo os parentes, o mineiro, de Governador Valadares, estaria desaparecido desde agosto, quando tentava entrar nos Estados Unidos pela fronteira com o México. A família tem até 2 de novembro para fazer o translado do corpo, que está num necrotério na cidade de Douglas, no Arizona.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.