Ulisses Sousa
Ulisses Sousa

Corpos de duas crianças são localizados no Pará e nº de mortos sobe para 23

Vítimas estavam no porão de barco que naufragou; governo diz que equipes ainda buscam dois desaparecidos

Agência Pará, O Estado de S.Paulo

25 Agosto 2017 | 12h16
Atualizado 25 Agosto 2017 | 12h18

Mais dois corpos, de duas crianças, foram localizados na manhã desta sexta-feira, 25, nas buscas por desaparecidos após naufrágio da embarcação Capitão Ribeiro, no Rio Xingu, no Pará. Com isso, o número de vítimas fatais sobe para 23. São 27 sobreviventes e ainda há dois desaparecidos, segundo informações do governo do Pará.

Ainda de acordo com o governo, os corpos são de uma menina com idade entre 8 e 10 anos e de um menino, com idade aproximada entre um e três anos. Segundo informações preliminares, crianças estavam no porão do barco e foram localizadas durante a retirada de mercadorias estocadas na área.

Os corpos foram levados para o município de Porto de Moz, onde está concentrada a estrutura montada pelo governo, para ser realizada a perícia médica. As buscas continuarão até que sejam localizadas todas as vítimas do naufrágio, que aconteceu na noite de terça-feira, 22.

Também continuam as investigações sobre o acidente e a acolhida às famílias das vítimas do naufrágio. Segundo o secretário adjunto de Segurança Pública e Defesa Social, André Cunha, 24 horas após o acidente as buscas passaram a se concentrar na superfície, mobilizando homens do Corpo de Bombeiros Militar e o apoio aéreo.

Mais conteúdo sobre:
Naufrágio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.