Corpos de vítimas do voo 447 chegam a Paris para identificação

Segundo o 'Le Monde', três peritos vão trabalhar no processo, que deve demorar algumas semanas

Estadão.com.br,

17 de junho de 2011 | 08h51

SÃO PAULO - Os restos mortais de 104 vítimas do voo 447 começaram a chegar a Paris na manhã desta sexta-feira, 17, para identificação, o que deve envolver um "longo processo", informou o jornal francês Le Monde em seu site. Segundo informações divulgadas anteriormente por autoridades locais, os corpos de 104 dos 228 mortos no acidente foram recuperados durante as buscas realizadas em abril, no Oceano Atlântico.

O avião da Air France partiu do Rio de Janeiro com destino a Paris, mas caiu no oceano, em 31 de maio de 2009. Os corpos e os destroços do avião, incluindo duas caixas-pretas, foram encontrados por robôs a uma profundidade de 3.900 metros.

Inicialmente, os corpos foram levados até o Porto de Bayonne, no sudoeste da França, e agora irão passar por testes de DNA na capital francesa, no instituto forense. Também podem ser usadas comparações das arcadas dentárias das pessoas para a identificação das vítimas, informa o diário Le Monde. Três peritos vão atuar no processo: dois radiologistas e um ortodontista.

Além disso, os destroços do avião resgatados durante as buscas serão analisados pela equipe que ainda apura as causas do acidente com o Airbus.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.