Corpos dos bebês mortos com soro contaminado são exumados

Os corpos de três dos 15 bebês mortos depois de receberem soro contaminado em hospitais do Rio foram exumados nesta manhã, no cemitério de Inhaúma, na zona norte, e levados para o Instituto Médico Legal (IML), onde os legistas vão realizar o exame cadavérico. O objetivo é fazer a diferenciação da causa da morte de cada bebê. Nenhum membro das famílias dos recém-nascidos compareceu ao cemitério. Amanhã, mais três corpos serão exumados e a previsão é de que até o próximo dia 31, todos os corpos sejam periciados, informa a Agência BrasilO diretor do IML, Roger Ancillotti, disse que os exames devem demorar de 10 a 20 dias úteis.Para o Delegado José Luiz Duarte, titular da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Saúde Pública, que acompanhou ostrabalhos ao lado do diretor do IML, as exumações são fundamentais para a conclusão do inquérito que apura as mortes.Hoje à tarde, 5 funcionários do Laboratório Ganutre, fabricante do soro contaminado, entre eles, três farmacêuticos vão prestardepoimento à polícia

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.