Correção

Sobre a nota "MPF: ação para que Eletropaulo evite fraude", publicada ontem, a empresa de energia informa que não realiza mais, desde o ano passado, transferências de nomes de contas por telefone ou internet, apenas pessoalmente. O Ministério Público entrou com ação civil pública para que a Eletropaulo identifique corretamente seus clientes para evitar que pessoas contratem o serviço em nome de outra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.