Corregedoria da Febem vai investigar informação falsa

O secretário estadual da Educação, Gabriel Chalita, determinou que a Corregedoria da Fundação Estadual para o Bem-Estar do Menor (Febem) investigue a origem da informação falsa, disseminada hoje, de que haveria uma revista na unidade 25, de Franco da Rocha, com o conseqüente cancelamento das visitas. A informação falsa causou pequeno tumulto entre os jovens, que foi controlado ainda pela manhã. "É muito grave alguém disseminar uma mentira que pode causar problemas de segurança na Febem. Vamos apurar as responsabilidades", disse Chalita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.