Corregedoria investiga se Alves foi agredido

Lindemberg Alves, acusado de matar a ex-namorada, Eloá Pimentel, foi ouvido ontem pelo delegado assistente da seccional de Taubaté, Marcos Rogério Machado. Representando a Corregedoria da Polícia Civil, Machado conversou por uma hora e meia com o jovem, que está preso em Tremembé há cinco meses. Está sendo investigado se Alves foi agredido por PMs para dar entrevista à uma emissora de TV, por celular, logo após sua prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.