Córrego transborda e árvores caem por causa de temporal

A chuva forte que atingiu as regiões sul, oeste, centro e norte da capital, no final desta manhã, e seguiu em direção à zona leste, fez o Córrego Tremembé transbordar, entre as ruas Amaralina e Conchiglia, na zona norte, além de deixar treze pontos de alagamentos na cidade. Dois deles estão intransitáveis, e, em outros dois, o nível de água já baixou, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura.O risco de ocorrência de enchentes levou o CGE a colocar toda a capital em estado de atenção e os bairros do Jaçanã e Tremembé em alerta.Árvores e murosDuas árvores caíram na tarde desta sexta, 10, e um muro desabou sobre uma motocicleta, após a forte chuva que castigou a cidade. Um árvore caiu sobre o muro de uma casa, na Rua Miguel Teles Junior, no Cambuci, zona central da cidade, e outra caiu sob os fios de energia elétrica da Rua Cel. Salvador de Moya, na Vila Alba, zona oeste da Capital. Segundo a Defesa Civil, se os fios se romperem, a árvore vai cair sobre uma escola. O desabamento de um muro sobre outro, que também caiu, atingiu uma motocicleta estacionada na Rua Capitão Manoel Navas, na Vila Bianca, zona norte de São Paulo. Em todos os casos não houve vítimas.A chuva está fraca desde as 14 horas, mas pode voltar a chover forte em alguns pontos da cidade. Os alagamentos intransitáveis estão na Avenida Raimundo Pereira de Magalhães e na Praça Panamericana, em Pinheiros.A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda que, em caso de chuvas fortes ou de longa duração, as pessoas apenas saiam de casa em caso de extrema necessidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.