Corretor é solto depois de 14 dias em cativeiro

O corretor de imóveis Rubens da Silva Nunes, morador de Alphaville, em Barueri, na Grande São Paulo, foi libertado hoje por seqüestradores, após pagamento de resgate. Ele ficou 14 dias em cativeiro e foi solto às 6 horas na estrada do M´Boi Mirim, no bairro de Piraporinha, no extremo Sul da capital. Com a ajuda de populares foi conduzido à base da Polícia Militar do Jardim Ângela. A Divisão Anti-Seqüestros foi acionada e prendeu três seqüestradores recuperando o dinheiro do resgate.

Agencia Estado,

22 de maio de 2002 | 12h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.