Corte no orçamento afeta mais a zona sul

Subprefeituras da zona sul da capital estão entre as que mais tiveram verbas congeladas pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM). Das cinco que registraram a maior contenção nos orçamentos de atividades (manutenção) e projetos (pequenas obras), três estão na região. O bloqueio - motivado, segundo a Prefeitura, pela crise - atingiu, em média, 20% do orçamento das 31 subprefeituras, que totaliza R$ 1,1 bilhão. A Sé é a campeã do congelamento, com 44%. A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras diz que o congelamento na zona sul atinge emendas de vereadores e, na Sé, o programa Ação Centro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.