Cortes vão tirar R$ 4 bilhões da Defesa

Dos R$ 50 bilhões de cortes no Orçamento anunciados pelo governo na semana passada, o Ministério da Defesa será atingido com R$ 4,024 bilhões. O montante representa 38% do orçamento da pasta que poderia ser contingenciado (R$ 10,29 bilhões). A informação é do ministro Nelson Jobim, depois de reunião ontem no Ministério da Fazenda.

Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2011 | 00h00

Ficarão fora dos cortes os recursos destinados ao controle do espaço aéreo, realização dos Jogos Mundiais Militares e convênios como o assinado com o Rio de Janeiro para ocupação e pacificação dos morros.

Jobim explicou que o corte no orçamento "não necessariamente" vai causar impacto no projeto FX-2, que prevê a compra de 36 caças para a Força Aérea. Mas não detalhou quais projetos serão atingidos pela redução do orçamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.