Francisco Franca/Jornal da Paraíba
Francisco Franca/Jornal da Paraíba

Coutinho vence com 53,7% dos votos

Depois de ganhar o 1º turno por apenas 8 mil votos, Coutinho, do PSB, amplia a vantagem sobre Maranhão, do PMDB

Adelson Barbosa dos Santos ESPECIAL PARA O ESTADO JOÃO PESSOA, O Estado de S.Paulo

01 de novembro de 2010 | 00h00

PARAÍBA

O candidato do PSB ao governo da Paraíba, Ricardo Vieira Coutinho, 50 anos, foi eleito com 53,7% dos votos válidos. O governador e candidato à reeleição pelo PMDB, José Targino Maranhão, 74 anos, obteve 46,3% dos votos.

No primeiro turno, Coutinho venceu Maranhão por apenas 8.367 votos de diferença. Ele obteve 942.121 votos (49,74%), contra 933.754 votos (49,30%).

Com 100% dos votos apurados, Coutinho alcançou 1.079.164 votos. Maranhão obteve 930.3312 votos. Coutinho ganhou disparado nas duas maiores cidades do Estado, João Pessoa e Campina Grande, embora com uma votação um pouco menor do que a do primeiro turno.

Em João Pessoa, onde Maranhão elevou sua votação, a queda no eleitorado de Coutinho foi de cerca de 20 mil votos.

Em vários municípios onde Maranhão venceu no primeiro turno, Coutinho ganhou a adesões de lideranças políticas e conseguiu mudar o voto da maioria do eleitorado a seu favor.

Comemoração. Aliados de Coutinho saíram às ruas das maiores cidades da Paraíba, antes do fim da apuração, para comemorar a vitória. As maiores comemorações ocorreram em João Pessoa, Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras - cidades onde Coutinho derrotou Maranhão.

Na orla marítima de João Pessoa, centenas de pessoas saíram às ruas com bandeiras laranjas em carros e a pé, gritando o nome de Coutinho.

Antes de votar, pela manhã, Coutinho disse que jogou limpo. "Não usei armas sujas, nem golpe baixo e lutei o bom combate", disse. Às 19h, ele soltou uma mensagem por twitter: "Meu beijo no coração do povo da Paraíba. Sei das minhas responsabilidades. Estarei à altura das esperanças. Obrigado!"

Antes de votar, Maranhão disse que derrotaria "a prepotência e a arrogância" de Coutinho. Aliados de Maranhão informaram que ele moveu algumas ações judiciais contra Coutinho.

Detenções. Pelo menos 17 eleitores foram detidos na Paraíba, segundo o corregedor do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), juiz Carlos Neves. As prisões foram motivadas por prática de boca de urna e tentativas de compra de voto.

Na cidade de Cajazeiras, um avião, pertencente a um empresário, ficou sob custódia da PM, por suspeita de transporte de dinheiro para compra de votos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.