Cozinheiro liberta o filho que mantinha refém

Depois de 14 horas, o cozinheiro desempregado que mantinha o filho de cinco anos refém em casa no município deGuarulhos, na Grande São Paulo, liberou a criança por volta das 17h30 desta sexta-feira. Adailton Araujo da Silva manteve o filho com uma arma apontada para a cabeça da criança, desde o início da madrugada. Segundo a polícia, Silva chegou em casa por volta da uma da madrugada, alcoolizado, e depois de uma discussão acabou ateando fogo no corpo da mulher dele. Ela está internada no Hospital Geral de Guarulhos com 90% do corpo queimado. A criança e o cozinheiro foram levados para um hospital da região pelo resgate do Corpo de Bombeiros. As informações são daRádio CBN.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.