CPI das Armas decidirá amanhã onde Marcola será ouvido

A CPI do Tráfico de Armas fará uma reunião nesta quarta-feira, 31, para decidir a data e o local onde será ouvido Marcos William Herbas Camacho, o Marcola, apontado como principal líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Segundo o presidente da CPI, deputado Moroni Torgan (PFL-CE), é provável que o depoimento seja no próximo dia 8, na cadeia de Presidente Bernardes, onde Marcola cumpre pena. A decisão quanto ao local e data, entretanto, ainda depende de acordo com o plenário da CPI. De acordo com Torgan, o deslocamento de Marcola até o Fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo, local previamente combinado, poderia causar muitos transtornos, além de coincidir em datas com o julgamento de Suzane von Richthofen e dos irmãos Cravinhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.